AUGUSTO PIRES

Dicas, Religião, informação e Ciências...

domingo, 19 de fevereiro de 2012

A União do Vegetal e a missão do Mestre Gabriel

O uso ritualístico do chá Hoasca entre os povos amazônicos remota aos períodos anteriores ao descobrimento da América, no século XVI. Durante séculos, este chá, sagrado para os seus usuários, foi comungado pelos povos da floresta sem ritual específico ou mesmo uma doutrina espiritual comum.Somente em 22 de julho de 1961, a União do Vegetal foi recriada, ainda nos seringais da Amazônia próximos da fronteira do Brasil com a Bolívia, no estado do Acre, por um homem de nome José Gabriel da Costa, nascido no município de Coração de Maria, no estado da Bahia, no dia 10 de fevereiro de 1922.José Gabriel chegou à Amazônia alistado entre os soldados da borracha, como eram chamados os homens simples que, saídos em sua maioria das regiões do semi-árido do Nordeste brasileiro, foram para aquela região trabalhar na colheita do látex da Seringa, matéria-prima para a produção de borracha.Teve seu primeiro contato com o chá Hoasca através de um senhor conhecido como Chico Lourenço, um “mestre da curiosidade”, como foram denominados aqueles que distribuíam o chá entre as pessoas e orientavam os variados rituais de comunhão do mesmo.Ao comungar o Vegetal, como passou a chamar de maneira corrente o chá, O Mestre Gabriel, reconhecendo a sua missão espiritual, deu início ele mesmo à distribuição da Hoasca, inicialmente de maneira informal, tendo, enfim, recriado a União do Vegetal no dia 22 de julho de 1961, data consagrada no seio desta sociedade religiosa como a de sua fundação.

1 Comentários:

Às 22 de fevereiro de 2012 09:06 , Blogger Evandro Dias disse...

muito boa a história da união do Vegetal.....Parabéns

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial