AUGUSTO PIRES

Dicas, Religião, informação e Ciências...

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Aprovados em Concurso Público recorrem à Justiça do Trabalho em Jordão AC

Aprovados em concurso público para cargos oferecidos no município de Jordão (AC), na fronteira com o Peru, ingressaram na Justiça do Trabalho em busca da posse. As audiências foram realizadas na quarta-feira (23), na própria localidade, graças à atuação da Vara Itinerante do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, que atende os estados de Rondônia e Acre.
O primeiro caso foi resolvido com acordo entre a Câmara Municipal de Jordão e um de seus vereadores. Abel Ximenes da Silva buscou a Justiça para fazer valer o seu direito de entrar em exercício no cargo de agente administrativo, do qual foi aprovado em concurso público.
Perante o juiz do Trabalho Substituto, Celso Antonio Botão Carvalho Júnior, alegou que foi convocado e tomou posse em junho de 2013, mas lhe era negado o início do exercício no cargo que é regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Por conta disso, não teve a sua Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) anotada, nem gozo aos demais direitos trabalhistas. O acordo homologado prevê o início do exercício no cargo pelo vereador e a anotação da CTPS, tendo como data de admissão o dia 04/06/2013, e o pagamento de um salário mínimo mensal.
Já a aprovação em primeiro lugar nos cargos de Orientador Social e Entrevistador por Rafaela Cavalcante Melo e Maria Cirleia Lima de Araújo, respectivamente, não foram suficientes para serem empossadas nos cargos. Celso Carvalho acolheu os argumentos do Município que apresentou cópia do relatório de análise técnica realizado pelo Tribunal de Conta do Estado do Acre, constando violação à Lei de Responsabilidade Fiscal por ter ultrapassado o limite de gastos com pessoal em mais de 60%.
“Deve-se registrar que a aprovação em processo seletivo simplificado enseja apenas expectativa de direito à nomeação, de modo que a reclamante não faz jus à contratação imediata”, fundamentou o juiz ao dar razão ao Município em respeitar a decisão do Tribunal de Contas.
Município deverá pagar
 
Nas audiências da Vara Itinerante, o Executivo Municipal foi também condenado a pagar indenização referente ao abono do PIS/PASEP à auxiliar operacional de serviços diversos, Maria de Fátima Matos Oliveira, que não recebeu o benefício no período de 2010 a 2014. A servidora receberá um salário mínimo por ano não recebido.
Em outro processo, a municipalidade homologou acordo para o pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) a Ialdo Pereira da Silva que trabalhou como serviços gerais na Escola Municipal Pré-Escolar 12 de Outubro. Por ter sido contratado sem concurso público em fevereiro de 2006 e dispensado em maio de 2015, o trabalhador deverá receber 5 mil reais, sendo duas parcelas de R$1.500,00 e uma de 2 mil reais. Em caso de descumprimento, incidirá multa de 50% sobre a parcela vencida, bem como às demais.
100% de conciliação 
Os casos envolvendo ex-empregados e empresas foram todos solucionados com acordos neste ciclo da Vara Itinerante em Jordão.
O serviços gerais Adenilson Silva de Lima que nunca teve a carteira assinada na Cerâmica de Albanir Gomes, tampouco gozou de férias ou recebeu décimo terceiro salários nos anos de 2013 e 2014, deverá receber 12 mil reais em 12 parcelas.
Caso semelhante também do mecânico Alexsandro Costa Cabral que não teve a CTPS anotada pela Jacuí Construções e Comércio, a qual também não pagou o terço constitucional sobre as férias, nem efetuou os depósitos do FGTS. O acordo prevê o pagamento de R$ 2.365,00 em quatro parcelas de R$ 591,25. A empresa também está obrigada a depositar os valores do FGTS no prazo de 90 dias e a realizar a anotação na CTPS.
Em ambos os acordos homologados está previsto a incidência de multa de 50% em caso de descumprimento, bem como o prazo de 5 dias para o reclamante comunicar à Vara eventual inadimplência nos pagamentos.
Jordão
Tal como em Santa Rosa do Purus (AC), primeira escala da Vara Itinerante da Justiça do Trabalho na região do Vale do Juruá, Jordão não passa despercebida pela “expedição” que busca vencer o isolamento e dificuldade de acesso para levar justiça aos povos amazônidas.
A Vila Jordão, surgida no período áureo da borracha, tornou-se município no dia 28 de abril de 1992, desmembrando-se do município de Tarauacá. Sua área total é de 5.357,282 km².
Com a população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 7.500 habitantes, sendo quase a metade composta por índios kaxinawá, que significa gente verdadeira, como eles se denominam, o Município figura com o pior Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) do Acre e o sétimo pior do país, segundo dados do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil.
Para chegar à localidade, vizinho dos municípios de Marechal Thaumaturgo, Tarauacá, Feijó e o Peru, somente de barco pelo Rio Jordão ou pelo transporte aéreo. Dependendo tipo de embarcação, a viagem pode demorar de 2 a 5 dias.
A economia é incipiente, baseada no comércio e no agronegócio. A agricultura é produzida em pequenas escalas comerciais. De Tarauacá chega praticamente toda a mercadoria que abastece o pequeno comércio.
 

terça-feira, 29 de setembro de 2015

NOTICIA DE JORDÃO

SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA DE JORDÃO NESTA TERÇA PROMETE GRANDES REVELAÇÕES NA TRIBUNA VEREMOS A SEGUIR..... 

INFORMAÇÃO EXTRAÍDA DO BLOG 

http://jordaoagora.blogspot.com.br/

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Tião Viana garante manter economia acreana, após reunião com Dilma

O governador Tião Viana participou de uma reunião com a presidente Dilma Rousseff e outros chefes do Executivo em Brasília, na segunda-feira, 14. A agenda presidencial foi para discutir a crise econômica do país e as medidas tomadas, recentemente, pelo governo federal.
Segundo Tião Viana, a presidente quer um pacto entre os governos e as prefeituras, pois as contas públicas não serão fechadas pelos encargos previdenciários, o que pode representar grandes dificuldades para o sistema econômico, caso não seja feita uma nova receita.
“A presidente Dilma anunciou que precisa fazer um corte de aproximadamente R$ 26 bilhões nas despesas do governo com os estados e, ao mesmo tempo, a necessidade de captar recursos complementares para a seguridade social, como previdência e saúde”, contou o governador.
O governo federal pensa, ainda, na retomada da Contribuição Provisória sobre a Movimentação de Valores e de Créditos e Direitos de Natureza Financeira (CPMF), que envolve, sobretudo, aquelas que têm movimentação financeira em bancos, que são as pessoas de maior renda no Brasil.
Esforço do governo mantém economia
Tião Viana destacou que o governo do Acre mantém intenso esforço pela economia, e diariamente as contas públicas são analisadas. “Estamos fazendo balanços financeiros do equilíbrio fiscal do estado, pactuando com o setor empresarial e a sociedade, e toda restrição nós temos feito com contenção de despesas”, explica o governador.
De acordo com o governador, desde que assumiu a nova gestão, já foi reduzido o equivalente a 1.500 cargos de confiança, que incluem direção e coordenadoria de projetos e processos I e II, conforme consta na reforma administrativa anunciada pelo governo no início do ano. Atualmente, todas as secretarias estão trabalhando na redução de despesas.
“Além disso, estamos diversificando a base econômica, investindo muito em produção e em agroindustrialização, para que o Acre consiga superar suas dificuldades”, frisa Tião Viana.

Minha Casa, Minha Vida deve entregar mil moradias até novembro
Outro esforço do governo é manter a efetividade das obras do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) no estado. Para isso, Tião Viana explicou que houve um atraso de abril até agora na construção das casas, mas assegurou que até outubro será retomada a liberação de recursos para o programa por meio de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que vai compensar o corte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), também em curso.
“Este mês vamos entregar 330 casas, e até novembro terão sido entregues mais mil na Cidade do Povo”, pontua o governador.

O gerenciamento dos recursos e o salário dos servidores
Segundo Tião Viana, o estado perdeu, só este ano, mais de R$ 110 milhões de transferência do Fundo de Participação dos Estados (FPE). Somente em agosto, foi contabilizada a perda de R$ 36 milhões, e este mês a previsão de perda é de R$ 22 milhões.
“É isso que nos impede de avançar em qualquer discussão relacionada a avanços salariais, assim como o Brasil inteiro não está conseguindo fazer”, explica o governador, garantindo que está lutando com todas as forças para garantir o salário dos servidores públicos e o décimo terceiro.
“Tenho tido a compreensão dos servidores públicos para que nós, de mãos dadas, cheguemos a dezembro de cabeça erguida, honrados com o compromisso”, afirma o governador.
Tião Viana garante que, com perseverança, luta e superação, o governo do Estado continuará trabalhando para fazer a travessia desse meio para o fim da crise, a fim de que no ano que vem o estado possa sair dela.

Tião Viana homenageia presidente do STF, Ricardo Lewandowski

O governador Tião Viana homenageou na manhã desta segunda-feira, 14, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, em solenidade no Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC).
O ministro do Supremo veio ao Estado para lançar o projeto Audiência de Custódia, além de inaugurar o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) do 2° Grau.
Lewandowski foi agraciado com a Ordem da Estrela do Acre, honraria concedida a personalidades que foram capazes de contribuir tanto para o cenário nacional quanto estadual.
O próprio governador Tião Viana ressaltou o trabalho do ministro, bem como a importância do projeto Audiência de Custódias, em seu caráter social e econômico para o país.
“Vossa Excelência é um homem atento, dirigente de um poder preocupado com as funções democráticas do Estado brasileiro. Nós agradecemos por uma pasta nova, que está sendo construída na história do Brasil e do Acre, que é a simplificação de medidas complexas e custosas”, disse o governador.
Para o ministro Lewandowski, a harmonia de poderes no Acre é um grande indício do sucesso dos projetos de inovação judiciária implantados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
“O Acre possui um clima não só de independência entre os três poderes, mas, sobretudo, um clima de harmonia, que é também uma determinação da nossa Carta Magna. Porque, ainda que os poderes sejam independentes, se não forem harmônicos nós teremos uma situação de inconstitucionalidade. Parabéns a todos que encabeçam isso”, declarou.
Audiência de custódia
Em fevereiro de 2015, o CNJ, em parceria com o Ministério da Justiça e o Tribunal de Justiça de São Paulo, lançou o projeto Audiência de Custódia, que consiste na garantia da rápida apresentação do preso a um juiz nos casos de prisões em flagrante. A ideia é que o acusado seja entrevistado pelo juiz, em uma audiência em que serão ouvidas também as manifestações do Ministério Público, da Defensoria Pública ou do advogado do preso.
Segundo o ministro Lewandowski, o Brasil é a quarta nação que mais prende no mundo, com mais de 600 mil pessoas em seus presídios. O projeto tem o objetivo de reduzir o número de presos provisórios no país, que hoje chega a 41% da população carcerária. Em um ano, a economia nos cofres públicos pode chegar a mais de R$ 4 bilhões, aplicando penas alternativas para infratores que cometam delitos leves.
O Acre foi 18° estado do país a implantar o Audiência de Custódia. Além do lançamento, um caso foi julgado e apresentado em tempo real. A presidente do TJ/AC, Maria Cezarinete Angelim, também homenageou o ministro Lewandowski, dessa vez com o Colar do Mérito Judiciário.
“Em relação ao Cejusc, nós já tivemos a instalação em quase todo o interior do estado e a disseminação da cultura de conciliação. E a Audiência de Custódia tem o objetivo de dar maior agilidade no tratamento da jurisdição penal”, relata a presidente.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Redes Sociais: 10 coisas que nunca deveríamos publicar

Para tanto, se você é daqueles que adora compartilhar tudo que passa na sua vida nas redes sociais, saiba que nem todas as informações podem surtir a seu favor, bem ao contrário, muitas delas podem até causar incômodos.
Confira abaixo 10 dicas do que nunca poderíamos expor nas redes sociais:
1 - Data de aniversário: Todos nós gostamos de ser lembrados no nosso aniversário, não é verdade? Para tanto, as datas expostas nas redes sociais são consideradas um prato cheio para os chamados “ladrões de identidade”, já que essa é uma das principais informações referente a você.
2 - Status do relacionamento: Fornecer qualquer tipo de informação pessoal não é legal. Caso alguém tenha interesse na sua vida, essa mudança de status poderá ocasionar problemas. Por exemplo, se você sempre teve o status “casada” e um belo dia alterar para “solteira”, algum especulador irá deduzir que você costuma ficar sozinha em casa, o que, nos diais atuais acaba sendo perigoso.
3 - Indicar a sua localização: Quando as pessoas viajam ou mesmo vão para algum lugar que julgam interessante, a primeira coisa é compartilhar a sua localização ou mesmo, postar fotos do local onde está, pois bem, essa informação é valiosa, por exemplo, para alguém que esteja de olho na sua casa, saberá que ela está vazia.
4 - Jamais compartilhar que está sozinho em casa: Algumas pessoas não conseguem dar um passo sem antes notificar em alguma rede social. Algumas comentam até com quem estão acompanhas e mais, se estão sozinhas. O ideal não é comunicar nas redes sociais que está sozinho ou mesmo que ficará sozinho em algum momento, pessoas de má índole podem se aproveitar desse fato para ter acesso mais fácil a sua casa.
5 - Evite expor a imagem e nome de seus filhos: Sabemos que os orgulhosos pais adoram encher as redes sociais com inúmeras fotos de crianças, o que não sabem é o risco que estão correndo. Colocar o nome completo de crianças nas redes sociais é um perigo, como também, postar certas imagens dos pequenos. Então, como não sabemos quem está vendo, quem está copiando as imagens, melhor mesmo é não expor as crianças. Muitos pedófilos acabam encontrando fotos de crianças e repassando para sites de conteúdo impróprio, assim, o melhor mesmo é guardar as fotos dos anjinhos para você e seus amigos ou, no máximo, compartilhar apenas para os amigos mais chegados.
6 - Conversas pessoais: As redes sociais servem para debater ideias, trocar informações, entre outras ações, porém, cuidado para não esquecer que está em uma mídia social e transformá-la em um bate-papo repleta de conversas de cunho pessoal.
7 - Inserir informações da empresa em que trabalha: Não é interessante postar comentários sobre a rotina de trabalho dentro de uma empresa. Muitas, inclusive, acabaram bloqueando o acesso as redes sociais para evitar que certos conteúdos acabem sendo expostos. Caso seja seu casso, prefira usar mesmo o tradicional e-mail para trocar informações.
8 - Não compartilhe imagens ou mesmo conteúdos que estejam denigrindo alguma pessoa: Sabemos que temos o direito de nos expressar, para tanto, mesmo que você concorde com determinado assunto, tenha o cuidado de se manifestar sobre ele, não use palavras de baixo calão, tampouco acuse alguma pessoa sem provas. Você poderá ser acionado judicialmente sobre isso e responder processo por difamação e calúnia, então, cuidado com os comentários, tudo que é dito, na internet ou não, precisa ser provado.
9 - Atenção com as imagens postadas: As pessoas costumam postar fotos que consideram engraçadas nas redes sociais, dançando, bêbadas, em situações estranhas, etc. Pois bem, estas mesmas fotos podem acabar caindo nas mãos de seu chefe, de seus alunos, de seus colegas de trabalho ou mesmo de outras pessoas do seu convívio e não acabarem não sendo bem interpretadas. Lembre-se, uma boa reputação conta muito no meio empregatistico.
10 - Quanto menos expor detalhes da vida melhor: É muito bom dividir algum resultado positivo da nossa vida. No entanto, reserve aqueles mais íntimos somente para os amigos mais chegados e, de preferência, bem longe das redes sociais. Assim, não espalhe que teve um aumento de salário, uma nova promoção, que o namorado ou namorada lhe presentou com um maravilhoso e caro presente ou até mesmo toda a felicidade que está vivendo. Estas informações, além de gerar a cobiça de terceiros, poderá ser usada para que seu nome ou sua imagem possa ser aplicado em algum golpe. Então, fica a dica, quanto menos informações postadas, melhor para a sua privacidade!

Seu RG já tem 10 anos? Ele pode não ser mais aceito em muitos lugares

Você sabia que se seu documento de identidade, o RG, tiver mais de 10 anos ele pode não ser aceito em serviços bancários e prejudicar, inclusive, a aquisição de um imóvel?
Embora a lei determine que essa identificação não tenha prazo de validade determinado no país, vários órgãos passaram a exigir data de emissão de até dez anos para combater fraudes.
Para fazer a “prova de vida” no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), os aposentados precisam apresentar nos bancos o RG com até dez anos de emissão. Cartórios também passaram a exigir a documentação atualizada, assim como os aeroportos de países do Mercosul, que permitem ao turista brasileiro viajar sem o passaporte, só com o RG.
Se você está nessa situação, com o RG prestes a vencer ou já vencido, fique atento! Evite problemas ou correria de última hora para providenciar a segunda via de sua identificação.

Combate a fraudes

A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) confirma que as instituições financeiras, assim como vários órgãos oficiais, estão solicitando RG atualizado na comprovação de dados cadastrais. O objetivo, segundo a entidade, é evitar fraudes. Na emissão de passaporte, a Polícia Federal pode recusar essa documentação se não estiver atualizada ou se o mau estado de conservação impossibilitar a identificação do requerente. O que diz a lei? A validade da Carteira de Identidade é indefinida, conforme a Lei nº 7.166, de 29 de agosto de 1983. Um projeto de lei complementar de 29 de agosto de 1983 apresentava a proposta de alteração dos arts. e da Lei nº 7.116.
Um dos objetivos era o de estabelecer validade de até dez anos para os documentos de identidade. No entanto, a proposição sofreu veto total. Com isso, a lei anterior continua valendo e as carteiras de identidade emitida pelos institutos de identificação dos estados continuam sem prazo de validade definido.

Professores e demais categorias de servidores públicos do Acre poderão ter salários congelados

O governo do Acre poderá não cumprir a promessa de voltar à mesa de negociação para debater o reajuste salarial dos professores. Os educadores e as demais categorias de servidores poderão ter os salários congelados, seguindo o exemplo do que acontece no Governo Federal. Não que a economia pujante da capital mundial da economia sustentável esteja passando por problemas, longe disso. Temos peixe, frango, porco e água de coco para dar e vender. O detalhe, é que o estado modelo para os países mais desenvolvidos precisa ser solidário com a administração Dilma Rousseff (PT), que passa por momentos difíceis. Já imaginaram como seria constrangedor para a presidente, se o governador Sebastião Viana (PT) concedesse um reajuste, em plena crise no resto do Brasil?
Portanto, professores, vamos ter paciência. Sugiro que participem ativamente da campanha eleitoral de 2016, ocupem as ruas com as bandeiras vermelhas do PT. Defendam este projeto que abraçaram em anos anteriores. Aguentem firme esta pequena falta de reajuste salarial desde 2012. Nada de greve, fechamento de pontes, invasão de prédios públicos e vigílias. Estas atitude são de pessoas irresponsáveis que não conseguem enxergar as coisas maravilhosas que mudaram a vida deste grupo que ocupa o poder há 17 anos. Está certo que a crise é um lampejo da incompetência administrativa, do populismo e da corrupção, mas os acreanos estão dispostos a pagar um pouquinho mais de imposto e abdicar de reajuste salarial para tapar este “pequeno rombo”.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Domingão em Tarauacá termina com tiros, confusão e muita correria na praça central.

video
Uma grande confusão com direito a corre-corre, pessoas desesperadas, tiros para o alto, nervosismo total e medo, marcou o início da noite de domingo no Center Bar, um espaço onde funciona bar, restaurante e lanchonete, localizado na praça central de Tarauacá.
Segundo testemunhas, por volta das 20 horas, como é comum em quase todos os domingos, são realizados os chamados ‘bingos beneficentes’ na Praça Tarauacá que fica em frente ao referido bar. Neste domingo bem na hora de começar o bingo, o bar estava lotado onde muitas pessoas bebiam enquanto rolava um pagode ao vivo com músicos da terra.
A organização do bingo pediu para o pessoal baixar o som do bar. pois o barulho estaria atrapalhando a realização do bingo.  Como isso não aconteceu, contam testemunhas, um grupo de pessoas resolveu baixar o som do bar na marra. Então invadiram o bar e já chegaram chutando mesas, caixas de som e agredindo os músicos.
No tumulto, policiais, de folga, que estavam no local com a família, para evitar o pior tiveram que efetuar tiros para o alto para intimidar os invasores.
O professor Flávio Santos, conhecido popularmente por Kbym, contou em seu blog o que viu e a humilhação que teria passado quando foi chamar a polícia.
“Nessas horas, difícil saber quem tem razão ou não. É bem verdade que muitas vezes “sobra” para quem não tem nada haver com a situação. Pouco mais de 20 hs, todo mundo se organizava na praça para início de mais um bingo beneficente em favor de um cidadão de Tk. Tudo corria tranquilamente quando o som do Center Bar iniciou ao mesmo tempo que o bingo. Não dava para se ouvir nem uma coisa nem outra. A população se revoltou.
A população começou a se revoltar, pois já haviam pedidos inúmeras vezes para baixarem o som do bar para que continuassem o bingo, mas não foram atendidos. Algumas pessoas começaram as vaias e muitos tomaram a frente e se dirigiram ao bar no intuito de resolver a situação. Alguns policiais que ali estavam com suas famílias (civis e militares), pressentiram o pior e tomaram a frente da situação. Alguns rapazes partiram para cima dos músicos e houve um tiroteio. A luz apagou no bar que estava lotado de gente. Os policias para conter a confusão atiraram para cima. Disparando três tiros.
Já tentávamos ligação ao quartel sem sucesso. Peguei uma moto de um amigo que estava por perto. Muito nervoso, pois crianças, mulheres, jovens corriam para todos os lados. Fui ao quartel. Chegando ao quartel avisei do ocorrido e indaguei que o policial havia dado três tiros para o alto afim de intimidar os agressores na ocasião. Nervoso, falava sem parar. O policial que me atendera não gostou e sem documentos da moto do meu amigo e sem carteira na hora (mesmo sendo habilitado), recebi duas multas. Segundo ele, pela forma “nervosa” que me dirigi à sua pessoa. Muitas vezes, no intuito de ajudar, levamos a pior. Por pouco não houve uma tragédia naquele bar.
Alguns perderam sandálias, celulares, bicicletas e outros pertences. Vi uma mãe com carrinho de bebê gritar desesperada, sem saber para onde correr. A falta de bom senso do ser humano, deixam tragédias acontecer. Em pouco tempo a praça de Tarauacá estava tomada por policias. Nunca havia presenciado uma situação dessa.
Conversei com comandante da Polícia militar de Tarauacá quanto às multas. Pediu para que fosse ao quartel e tudo se resolveria. Meu Deus. Já não basta o que anda acontecendo com o mundo!!! É tanta violência que vivemos com medo de tudo!!!. Já nem conseguimos andar mais na rua que temos que andar olhando para trás. Ricardo, meu sobrinho que estava sentado na rua jogando o bingo comigo e sua mãe, correu deixando sandálias e celular. Escondeu-se de trás de um carro em frente o João Ribeiro. “Escapei de trás do coreto”. Falou uma das pessoas do bingo. Segundo informações, não se baixou o som do bar, pois era ao vivo.
Gente passando mal, mães desesperada gritando por seus filhos. Tudo isso bem pertinho da Igreja Matriz de São José. O que se viu foi momentos de correrias e pânico na rua da Praça de Tarauacá. SAMU atendeu alguns chamados, pois algumas mães haviam desmaiado na ocasião. Muitos ainda mostravam os joelhos ralados da correria que acontecera. Uma dessa nunca mais”

Dnit inicia recuperação da BR-364 entre Tarauacá e Cruzeiro

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) começou os serviços de recuperação de 47 km na BR-364 entre Tarauacá e Cruzeiro do Sul. Esse é o trecho mais crítico da rodovia e por isso é priorizado pelo Dnit. Entre Manuel Urbano e Tarauacá serão feito alguns tapa-buracos. O serviço custará aos cofres públicos do governo federal R$ 78 milhões.
“Dnit já está trabalhando na ‪‎BR364. O Deracre também auxilia nas obras”, informou o governador Sebastião Viana.
A BR-364, entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul consumiu quase R$ 2 bilhões nos últimos 16 anos em que o Acre é administrado pelo PT, porém nunca foi concluída, apesar das promessas feitas a cada período eleitoral de conclusão das obras.

sábado, 5 de setembro de 2015

Criança com excesso de bilirrubina no sangue sofre no Hospital de Jordão sem TFD

A jovem Rafaela Cavalcante Melo, de 22 anos, moradora do município de Jordão, localizado no interior do Acre, está vivendo um grande dilema: a emoção de ser mãe e a angustia com o quadro clínico da filha recém-nascida, diagnosticada com excesso de bilirrubina no sangue, uma doença conhecida como icterícia.
O laudo médico aponta que a bebê de apenas 10 dias de vida apresentou icterícia, uma doença considerada comum entre os recém-nascidos, mas que precisa ser urgentemente diagnosticada, já que segundo especialistas, pode ser sintoma de outra doença subjacente.
Em contato com o ac24horas, o médico Márcio Rogério, afirmou que o quando da paciente é estável, mas alertou para a necessidade de outros exames considerados essenciais para um diagnostico mais preciso. O Hospital da Jordão não dispõe de estrutura para esse tipo de atendimento.
“O quadro dela é estável e está respondendo bem ao tratamento. No entanto, a falta de estrutura impossibilita que façamos os exames laboratoriais aqui no município”, disse o doutor Márcio Rogério, ao justificar a solicitação de tratamento fora de domicílio (TFD).
O encaminhamento foi datado no último dia 29 de agosto e até a presente data, mãe e filha aguardam a liberação das passagens para seguirem à capital acreana, Rio Branco. Questionado sobre a demora no processo, o doutor Márcio informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) liberou o pedido, mas, que não está havendo consenso por parte da direção regional do TFD.
“Todas as tentativas estão sendo frustradas. Raramente atendem nossas ligações e não nos dão uma solução”, destacou o especialista.
O OUTRO LADO:
Segundo a assessoria de imprensa da secretaria de saúde do estado do Acre, no inicio da tarde de hoje foi liberado o Tratamento Fora de Domicílio da paciente e da acompanhante. “Falta apenas confirmar o voo, mas até este final amanhã acontece a transferência para Rio Branco”, informou a assessoria.

Da redação de ac24horas  
05/09/2015 10:30:34

Jordão: Vereadora Zeina Melo ( PMDB) cobra do poder Executivo o pagamento das férias dos funcionários da secretaria de Educação

  1. A vereadora Zeina Melo, líder do PMDB, na Câmara de Vereadores de Jordão, usou a tribuna da Casa na quarta-feira, 02, para denunciar a falta de respeito da secretaria municipal de Educação do município com os funcionários da mesma. Segundo a parlamentar, os funcionários da pasta ainda não receberam seus vencimentos referentes as férias de 2015. Ainda na sessão, Zeina Melo apresentou um requerimento, que foi aprovado pelos seus pares, solicitando da secretária de Educação, Meire Sérgio, que envie à Câmara a lista contendo os nomes dos funcionários que terão direito a receber as férias este ano. Ainda no requerimento, é questionado se existem funcionários que não receberam as féria de 2014, e nome dos mesmos?. 

A peemedebista solicitou da gestora que faça um calendário planejado para o pagamento das férias dos Trabalhadores. " A situação se tornou tão grave que vários funcionários da SEME vieram até mim, pedi que a Câmara intermedi junto ao órgão o pagamento das férias", completou a parlamentar.

A matéria é baseada na postagem da vereadora na rede social facebook. 

" Em pronunciamento no plenário da Câmara de Jordão, denunciei na tribuna, a falta de respeito do poder Executivo com os funcionários municipais lotados na secretaria municipal de Educaçao referentes ao pagamento de suas férias de 2015. Foi aprovado na última sessão o requerimento de N° 0013/15 de minha autoria que exige da titular da pasta, Vereadora Meire Sérgio de Menezes , que encaminhe ao poder legislativo a relação contendo os nomes dos funcionários que terão direito ao pagamento de suas férias. Requeri também que essa autoridade informe se existem algum funcionário que ainda não recebeu o pagamento das férias de 2014, e também ,que seja feito um calendário planejado de pagamentos dos funcionários em questão".
Por desconhecer quem é o assessor de comunicação da secretaria de Educação do município, bem como, não ter o contato da Secretária, não foi possível ouvir a versão dela. Mas fica o espaço aberto.
Por Leandro Matthaus
Blog Tarauacá Agora